menu
       
   

Siga-nos no

ANTOINE DE SAINT-EXUPÉRY



Nasceu em Lyon, no começo do século XX, a 29 de Junho de 1900. Morreu no céu, quando o seu avião foi atingido por um atirador alemão, durante a II Guerra Mundial.

Não foi um grande aluno. Do que ele gostava era de mecânica e não admira que tenha acabado por ser piloto de aviões quando chegou a adulto – se é que algum dia chegou a adulto. Era piloto de aviões, mas a sua imagina­ção voava sozinha e escrevia romances, poemas, reporta­gens. Dizem, por isso, que foi poeta, romancista, jornalista.

Vol de Nuit, Terre des Hommes e Pilote de Guerre são três dos seus mais importantes livros, marcados pela experiên­cia da viagem, da missão e também da guerra. Mas foi O Principezinho que lhe conferiu as asas da imortalidade. O paraíso perdido da infância e a memória da mágica soli­dão do deserto são o alimento de um livro que é uma poé­tica e única combinação de palavras e imagens.

LIVROS:

O PRINCIPEZINHO

voltar  Voltar